domingo, 28 de dezembro de 2008

domingo, 28 de dezembro de 2008


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...




Receita de Ano Novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas.
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.






[Texto extraído do "Jornal do Brasil", Dezembro/1997.]

Amor



Quem me acode à cabeça e ao coração
neste fim de ano, entre alegria e dor?
Que sonho, que mistério, que oração?
Amor.



[Carlos Drummond de Andrade]


quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Talis

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008









Raridades Daqui a uns 10 anos isso será uma relíquia.

A nossa Santa Dorotéia









Foto tirada há 3 anos atrás... ou 4 anos talvez.
E tudo parece que foi ontem, mas não foi. Foram 5 anos, os melhores 5 anos da minha curta vida.
Hoje foi o último dia de tudo que vivi aí nesse espaço. Talvez antes eu dissesse que não sentiria falta, mas a saudade já é involuntária! Não há como não sentir falta.
Hoje eu olhei para cada cantinho daí... senti MESMO na pele a falta que isso vai me fazer. ( chorei horrores já ). Já estou com saudades de Hilton, de Beto e de Talis. O coração tá apertado. :(

" Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. "

Martha Medeiros

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Dezembro

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008
Deixemos as coisas sérias!
Sou o belo mês das Férias,
O belo mês do Natal.

Crianças! tendes saudade
Da casa, da liberdade,
Do carinho maternal?
Sou o belo mês da Infância!

— Quem trabalhou com constância,


Debalde não trabalhou:
As aulas estão suspensas;
Tem prêmios e recompensas
Todo aquele que estudou.
Quem estudou, finalmente,
Recebe a paga, contente,
Do sacrifício que fez...

— Férias, colégios fechados

E livros abandonados!...
Eu sou das férias o mês!




quinta-feira, 27 de novembro de 2008

quinta-feira, 27 de novembro de 2008
A tarde que se olha de casa...

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Ao pôr do Sol...

terça-feira, 18 de novembro de 2008

... esconde-se entre fios e postes.


Borboletas na Janela


A felicidade é como uma borboleta. Quanto mais você a persegue, mais ela se esquiva. Mas se você voltar sua atenção para outras coisas ela virá pousar calmamente nos seus ombros.
... Ou em suas plantas.

Metamorfose Ambulante


A que estava a observar a planta de minha casa. Tranqüilamente pousou para a foto.

Primórdia



"Sim, o conjunto era um enorme anfiteatro e a laje central um altar, semelhantes a estes monumentos brutais de pedra, erguidos quase sempre no meio dos desertos ou perto de serras pedregosas e descalvadas, ou ainda junto ao mar, às fontes e aos rios, como implorações de piedade, memoriais em defesa da pobre raça humana, ou locais de holocaustos sangrentos, oferecidos a suas divindades implacáveis."
|Ariano

The lady of the house blue


De sua janela, ela olhava a tarde... olhava o sol que completava todo o seu dia, olhava o cenário que era inspiração para as suas palavras.

|Clarissa Guerra

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Me

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

 ♪

domingo, 16 de novembro de 2008

Humor.

domingo, 16 de novembro de 2008
Foto encontrada no Flickr




O amor é um ato de e quem tiver pouca fé também terá pouco amor.

Namastê


O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você !

Audrey Kawasaki


Yuka Yamaguchi



Audrey Kawasaki


" Tenho duas faces, uma que é quase bonita, e outra que é quase feia, sou o que? Um quase tudo! "

Black in te house

Verdades




A beleza que seduz poucas vezes coincide com a beleza que faz apaixonar.



| José Ortega Y Gasset

O valor da Oração

A madrinha do Chico, por vezes, passava tempos entregue a obsessão.
Assim é que, nessas fases, e exasperação dela era mais forte.
Em algumas ocasiões, por isso, condenava o menino a vários dias de fome.
Certa feita, já fazia três dias que a criança permanecia em completo jejum.
À tarde, na hora da prece, encontrou a mãezinha desencarnada que lhe perguntou o motivo da tristeza com a qual se apresentava.

- Então, a senhora não sabe, - explicou o Chico - tenho passado muita fome...

- Ora, você está reclamando muito, meu filho! - disse Dona Maria João de Deus - menino guloso tem sempre indigestão.

- Mas hoje bem que eu queria comer alguma coisa...



A mãezinha abraçou-o e recomendou:



- Continue no oração e espere um pouco.

O menino ficou repetindo as palavras do Pai Nosso e daí a instantes um grande cão da rua penetrou o quintal.
Aproximou-se dele e deixou cair da bocarra um objeto escuro.
Era um jatobá saboroso...
Chico recolheu, alegre, o pesado fruto, ao mesmo tempo que reviu a mãezinha no seu lado, acrescentando.


- Misture o jatobá com água e você terá um bom alimento.


E, despedindo-se da criança, acentuou:


- Como você observa, meu filho, quando oramos com fé viva até um cão pode nos ajudar, em nome de Jesus.

Senhoras e Senhores...

A maioria dos versos de amor sempre são feitos por mulheres... sempre o lamento de amar e não ser amada, sempre o lamento de não ter o ser amado por perto. Será que isso tudo é real ou as mulheres dão tanta importância a um olhar que acabam por fantasiar todo um enredo?

Choram a mágoa de descobrir a realidade:
" Você foi um dia tudo aquilo que eu sempre sonhei,que eu sempre achei que precisasse,você foi um sonho que eu não gostaria de acordar,mas acordei!Acordei e voltei para essa mera realidade e vi que você não era totalmente perfeito (...) "

Choram as lembranças:
" E depois de tudo que aconteceu entre nós você fica ai dizendo que não deu nada errado, apenas o relógio nunca rodou ao nosso favor , e depois de todo o amor que você me deu eu fico aqui sempre questionando suas palavras e seus atos irônicos e errôneos, como sempre (...) "

Querem ter coragem:
" Vamos colocar as cartas na mesa e mostrar um a um os nossos triunfos e vitórias, há um tempo atrás eu te mostraria todo amor que um dia ,eu te garanto, foi totalmente seu e de mais ninguém (...) "

Choram a carência:
" Queria ter você aqui sempre comigo me ajudando nas horas em que eu preciso de um ombro, me consolando quando as lágrimas não se enxugarem mais sozinhas (...) "

Definem o amor:
" Amar é dar atenção ao outro,não precisar de palavras para saber como ele está o que se passa,é dar sem querer nada em troca, sem pensar em um futuro próximo é saber que vocês estão ali para tudo,é ter vontade de estar sempre perto (...) "

Não se sabe como os homens reagem a isso... se eles pensam da mesma forma, ou simplesmente tanto faz...

Frase de Jô Soares:
" Era um sujeito realmente distraído: na hora de dormir, beijou o relógio, deu corda no gato e enxotou a mulher pela janela. "

Daí, já se tira...




| Clarissa Guerra

Golpe Final


O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão mais inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.

Teu Segredo


Flores envenenadas na jarra. Roxas azuis, encarnadas, atapetam o ar.
Que riqueza de hospital. Nunca vi mais belas e mais perigosas. É assim
então o teu segredo. Teu segredo é tão parecido contigo que nada me
revela além do que já sei. E sei tão pouco como se o teu enigma fosse
eu. Assim como tu és o meu.


Clarice Lispector

Primórdios

Ela vivia num grande conjunto de sentidos...que mudaram com o passar do tempo... Mudou o sentido do abraço, do beijo, do sorriso, do carinho;Mudou a alegria, a cor, o modo, a roupa, a palavra, as metáforas, o olhar.Em seu novo mundo era sempre dia. Mesmo de noite, as estrelas garantiam uma luminosidade que ela jamais poderia prever enquanto lagarta andante dentro da caixa de sapatos. Agora era diferente. Ela batia as asas!

sábado, 15 de novembro de 2008

sábado, 15 de novembro de 2008

Sinta-se feliz, porque no mundo tem alguém que diz que muito te ama, que tanto te ama, que muito muito te ama, que tanto de ama.

...

Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um
anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria, e precisa reparti-la. Paga-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-se com a própria alegria. É urgente pois a alegria dessa pessoa é fugaz como estrelas cadentes, que até parece que só se as viu depois que tombaram; precisa-se urgente antes da noite cair porque a noite é muito perigosa e nenhuma ajuda é possível e fica tarde demais. Essa pessoa que atenda ao anúncio só tem folga depois que passa o horror do domingo que fere. Não faz mal que venha uma pessoa triste porque a alegria que se dá é tão grande que se tem que a repartir antes que se transforme em drama. Implora-se também que venha, implora-se com a humildade da alegria-sem-motivo. Em troca oferece-se também uma casa com todas as luzes acesas como numa festa de bailarinos. Dá-se o direito de dispor da copa e da cozinha, e da sala de estar. P.S. Não se precisa de prática. E se pede desculpa por estar num anúncio a dilacerar os outros. Mas juro que há em meu rosto sério uma alegria até mesmo divina para dar.

sábado, 11 de outubro de 2008

23:47

sábado, 11 de outubro de 2008
Tudo se passa com uma velocidade tão grande..
Ontem nasceu, hoje já casou.
Já me esqueceu com uma velocidade tão grande.
Ontem me beijava, hoje já não me olha nos olhos.
A tristeza invade minha alma...
A cabeça roda, roda... Os olhos falam tudo o que a boca ocupa-se em não dizer.
Tudo acaba se confundindo.
Tudo acaba por acabar.

[...]



| Clarissa Guerra

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Novidade

terça-feira, 30 de setembro de 2008
"Nem sempre uma novidade é bem vinda na vida de cada pessoa.
É uma coisa muito singular o gosto dessas novidades.
A minha novidade veio numa hora em que eu não sabia mais quem era, ou o que fazia aqui... veio numa hora de choro e vela. Esta novidade está servindo como um molde. Enxergo amor nisso;"


| Clarissa Guerra

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

quinta-feira, 18 de setembro de 2008
A foto surrada e embaçada, mas foi a única que encontrei até hoje em minha vida.

. Antônio Gomes de Araújo .


Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero!


quinta-feira, 11 de setembro de 2008

David Honor Cabral

quinta-feira, 11 de setembro de 2008



Quanta saudade que há aqui!




Não sei mais o que falar por aqui.
Nunca gostei de guardar problemas pra mim... talvez daí venha o título de fofoqueiro do geminiano. Também cansei de encher cadernos com coisas que sempre passam... com amores que vão embora, com amizades que desaparecem e com palavras tão cheias de si que depois caem no esquecimento. Há anos escrevo em cadernos e gosto de observá-los depois. Observá-los para poder ter a certeza de que tudo passa e a vida muda. Escrevi muito em momentos de angústia com a lágrima escorrendo por entre os dedos e pelo papel. Descrevi os melhores momentos de euforia da minha curta vida. Já conheço um mundo de palavrões não tão dignos; mas que na hora da raiva servem de monte.... tudo isso, pra livrar minha mente. Sinto saudade ao ler esses cadernos. Ao ver o quanto mudei, o quanto tudo mudou. Vejo que consegui me estabilizar emocionalmente. Vejo que esqueci as pessoas que me fizeram sofrer um dia. Alguns escritos permanecem os mesmos. :D
Os mesmos dramas de sempre com relação a um só assunto e uma só pessoa.Fora isso, mudei até por fora... de cabelo curto, ao grande. De preto, ao loiro. De nenhuma coragem, a muiiita coragem. [...]
É bom lê-los. Ver as folhas que rasguei, as fotos que arranquei e as que ainda estão aqui... de pessoas que eu já nem tenho mais contato... Em cada página há a legenda e o espaço em branco. E eu não consigo mais lembrar o que havia alí. Leio os meus poemas de amor mal feito, fotos de Zé Maria, fotos de David, fotos de Genário, foto e escritos da minha decepção com a química e ver a sensação boa que isso causa! ( nos finais dos cadernos sempre são os dramas com provas finais ), da minha recaída por J*. hahaha
E achei essa frase na última folha: " Life is an opportunity. Enjoy it! "
No outro caderno, a prova do crime do aniversário de Tereza... ocasião em que eu vi Rafael e Kayo enchendo a cara. Achei as músicas de Ozzy que eu ouvia todos os dias, achei a foto que eu peguei na bunda de Tereza... ato que eu denominei " a delicadeza complexa da vida " ( só não consigo lembrar o porquê.) Eu ainda não fumava e bebia Serra Limpa! Achei a minha listiiinha. :D !. Achei as fotos dos gurizinhos da escola e algumas da nossa viagem à Recife. Achei mais três páginas arrancadas e uma foto de Letícia quando era pequena =( Sinto saudade dela quando cabia em meus braços. Vi da vez que visitei meus padrinhos. Achei foto de Yoshio aqui. =(
Quanta saudade... Achei as minhas primeiras conversas com G* e achei também as 6 folhas que escrevi depois disso... mas nem tive coragem de ler.
Encontrei o outro, o primeiro... o mais surrado e rasgado. Encontrei as poesias, encontrei uma foto de Hilton há no mínimo 8 anos atrás ( ele ainda tinha cabelo! ) , uma foto de Yanna sendo chamada de Britney. E no dia 01/03/2006 escrevi sobre um tal de cara aí, que briguei com Yanna por causa dele. Coloquei uma foto de Wilson, a borracha mascote que Talis quebrou ¬¬. ACHEI UMA FOTO DE RONILSON QUE COM CERTEZA NÃO É ELE!
Sinto saudades. =~


A casa da saudade chama-se
memória:
é uma cabana pequenina a um canto do coração.
Fico muda quando te vejo.
Meu coração acelera, minha respiração prende, minhas pernas tremem e a língua trava.
E você olha para mim,
Como se já soubesse que me causa 'efeitos colaterais';
Como se já soubesse tudo o que eu vou falar e fazer...
Como se já percebesse os olhares que sempre vão até você.
E você só me lança um olhar e um sorriso singelo e safado.
E agora? O que eu faço com você?
[...]





quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Preferências

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Os homens [velhos] preferem as jovens;
Os homens novos preferem as velhas;
As mulheres velhas preferem os jovens;
E os homens jovens preferem as velhas.


O desespero de esperar um telefonema



Maitena - Mulheres Alteradas. ( recomendo xD )

O que faz você feliz?


O que faz você feliz ?
A lua, a praia, o mar.
Uma rua, passear.
Um doce, uma dança.
Um beijo
ou goiabada com queijo ?
Afinal, o que faz você feliz ?
Chocolate, paixão
Dormir cedo, acordar tarde
Arroz com feijão, matar a saudade
O aumento, a casa, o carro que você sempre quis
Ou são os sonhos que te fazem feliz.
Dormir na rede, matar a sede
Ler ou viver um romance
O que faz você feliz ?
Um lápis, uma letra, uma conversa boa
Um cafuné, café com leite, rir a toa
Um pássaro, um parque, um chafariz
Ou será o choro que te faz feliz ?
A pausa para pensar
Sentir o vento
Esquecer o tempo
O céu
O sol
Um som
A pessoa
Um lugar.
Agora me diz o que faz você feliz!


Texto e narração de Arnaldo Antunes

Rotina



A idéia é a rotina do papel
O céu é a rotina do edifício
O inicio é a rotina do final
A escolha é a rotina do gosto
A rotina do espelho, é o oposto.
A rotina do jornal é o fato
A celebridade é a rotina do boato
A rotina da mão é o toque
A rotina da garganta, é o rock.
O coração é a rotina da batida
A rotina do equilíbrio é a medida
O vento é a rotina do assobio
A rotina da pele, é o arrepio.
A rotina do perfume é a lembrança
O pé é a rotina da dança
Julieta é a rotina do queijo
A rotina da boca, é o desejo.
A rotina do caminho é a direção
A rotina do destino é a certeza
Toda rotina tem a sua beleza.

Diz quem é maior que a amizade..


Ninguém é maior que a amizade. Nada... nem a distância que separa nós duas.
Porra, você é tãão importante pra mim que eu nem sei dizer.
Você sempre me escuta quando eu preciso, sempre vem e pergunta se eu estou bem naquelas horas que eu mais preciso ouvir coisas boas, me dá conselhos de mãe mesmo... Eu não sei a intensidade do quanto preciso de você. Sei que preciso de você pra sempre! Preciso que você me ajude quando eu precisar e quero estar aqui para pelo menos te ouvir, já que não sei dizer coisas bonitas e tão confortáveis.
Nossas vidas correm juntas nos mesmos problemas... correm também nas alegrias.
Saiba que você é uma pessoa iluminada! Uma pessoa com uma energia incrível! E eu te amo minha amiga, pro resto da minha existência.
O orkut me deu você de presente, mas nossa amizade passou só do Orkut... Nossa amizade tem confiança e respeito.
Confio muito em você e quero você sempre por perto, mesmo que em outra cidade.
Tenho a certeza de que nós nos veremos em breve... e que esses problemas serão só meras lembranças. Deus está conosco! Sempre, sempre.
Te amo Yanna!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Jesus

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Deus, grande criador do céu e da terra, criador do Sol e das estrelas. Dai-me forças para aguentar a carregar a cruz que me destes. Toda a minha vida está em tuas mãos. Os meus desejos estão distantes, a minha paz de espírito já não existe e a minha fé está apagando aos poucos. Peço a ti, Oh Deus, que me ajude nessa jornada grande e por tantas vezes espinhosa que é a vida. Faça de minha vida um campo de flores. Porque em ti eu confio. És luz, força, fonte de amor e paciência. És tudo que de mais importante possuo.És a beleza da vida, o orvalho da manhã.És o entardecer de nuvens graciosas. És a luz da lua que me dá inspiração.És o fantástico poder da natureza.És lindo meu Deus. Mesmo que nunca tenha te visto, te amo.
Me guarde, me proteja, me ilumine...
amém.

Orientação Educacional - Dois anos atrás.


De TUDO o que eu escrevi nesse tempo atrás, esse 'eu serei' continua o mesmo... os meios mudaram muito, mas o fim permaneceu intocável. É quase exatamente o plano que tenho. Casar, ter uma casa, um emprego, ter paz de espírito, ter meus filhos... e é isso.

O mesmo papel, mostrado no fim do ano retrasado. Eu tinha que escrever como eu me via naquele momento e o que mudei, com relação ao que escrevi no início daquele mesmo ano letivo.
Muitas palavras aí já se perderam. Amizades que foram e vieram...as que deram certo e as que não deram. A minha com Kayo ainda permanece a MESMA. Ele sim, é pra vida inteira. Vi sim que nessa época eu mudei minha personalidade. Ganhei mais paciência (pouquíssima) e fiquei mais tolerante.Posso dizer que cresci alguma coisa. Criei algum juízo, que eu estava MESMO precisando. :D
Nunca soube o que é 'juízo', sempre soube o que é rebeldia, teimosia. Ainda sinto falta de Toinho. Ele não deveria ter morrido... deveria estar aqui ainda por perto, pra eu ir bagunçar com ele. =~

Eu era diferente do que sou hoje... bem diferente. Minha história já não bate mais com as coisas escritas nesse papel... escritas numa sexta-feira há 3 anos atrás.
Era burra: Na verdade nunca fui, sempre fui esperta demais;
Lerda: Era mesmo;
Amável: Já passou esse tempo;
[...]
Tinha uma adoração por minha avó: REALMENTE já passou-se esse tempo.



Nunca fui uma mulher de muitas religiões... na verdade nunca tive religião alguma. Mas creio que isso não me afastou de Deus e do poder que ele exerce sobre mim.Em tantos momentos você pára, e pensa: "Cadê ?"... Querer tudo na hora é um erro dos grandes. Tudo tem o tempo de chegada e se não chegou ainda é porque não está na hora. Mas a cada dia que passa eu sinto que devo enfim procurar uma moradia, um conforto interior... conforto esse que eu deixei de sentir a muito tempo atrás.Já não sei o que é sorrir sem ter motivos. Estou cansada, farta de tudo isso, farta das pessoas, dos problemas. Sei que só Deus pode me ajudar a aliviar isso agora. Mas como irei em busca de Deus sem me conhecer primeiro? Às vezes eu penso que sou totalmente desprovida de sentimentos. Por mais que eu ame nunca é por completo. Infelizmente é assim até com o amor que eu sinto por Deus. É difícil amar o invisível, é difícil não temer o invisível. São coisas complexas mas que devem ser seguidas. Espero não me questionar mais sobre isso... para o amor de Deus não é preciso ter provas e sinais...
Deus é a natureza. Mas eu estou tentando acreditar mais, me entregar mais e assim, ser mais feliz.
Ultimamente estou totalmente 'macumbada' em tudo. Sei o que é isso não =~
Tá cansando um bocado já. Nunca passei por um 'estreito' desses. Estou quase sem ar e sem cabeça ( que não pára de doer um segundo ).
Talvez se eu não tivesse tanto ciúme tudo seria melhorzin... :/
é Clarissa, viver é complicado.

domingo, 7 de setembro de 2008

domingo, 7 de setembro de 2008



Tudo me preocupa nessa altura do campeonato.

Mas eu tento manter a calma e concentrar minha vida no ponto principal. Só quero ser feliz, mais nada.

The Hardest Part ♪


And the hardest part
Was letting go not taking part
Was the hardest part
And the strangest thing
Was waiting for that bell to ring
It was the strangest start
I could feel it go down
Bittersweet I could taste in my mouth
Silver lining the clouds Ooh!
And I I wish that I could work it out
And the hardest part
Was letting go not taking part
You really broke my heart (oh)
And I tried to sing
But I couldn't think of anything
It was the hardest part (oh)
I could feel it go down
You left the sweetest taste in my mouth
Silver lining the clouds
Ooh! And I
Ooh! And I
I wonder what it's all about
I wonder what it's all about...
Everything I know is wrong
Everything I do, it just comes undone
Everything is torn apart
Oh and that's the hardest part
That's the hardest part
Oh and that's the hardest part
That's the hardest part



• Vídeo:

Olhos...


Olhos... já dizem os poetas que são os espelhos da alma.
No meu caso, eles são mentirosos... não sei o que são. E
estou um pouco longe de saber.


Clarissa Guerra

Vou lendo...


Por isso, alheio, vou lendo.Como páginas, meu ser.O que segue não prevendo,O que passou a esquecer.Noto à margem do que li, O que julguei que senti.Releio e digo : "Fui eu ?" Deus sabe, porque o escreveu.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Não há outra coisa!

•••

Não preciso de versos bonitos e cheios de métricas para me deixar entender.
Contudo, seriam melhor aos olhos...




[ Mas não aos meus. ]

Parem!


Parem este instante!
Eu preciso correr pra falar que o amo... eu não posso passar minha vida inteira aqui, parada e vê-lo a cada dia que passa distanciar-se mais e mais de mim. Não consigo mais ver as lembranças que se tornaram um martírio. Eu preciso dizer que o amo.
Não posso mais conviver com esse amargor na alma. Não posso mais calar-me diante esse sentimento. Não posso mais engolir tanta coisa por orgulho e por medo de tentar.

Não posso mais ficar sentada na calçada ou deitada na cama esperando ele passar e tudo acontecer novamente. Sinto falta do calor do corpo dele, que um dia foi meu. Do gosto e do frescor do beijo. Que pareciam explosivos das festas juninas.
Preciso de você novamente, preciso de você para me completar!
Preciso de você por completo.


Sempre

Sempre, desde muito cedo, sinto uma vontade dilacerante de crescer e, como se diz, 'desaparecer'.
Mas agora que tudo está mais em frente aos meus olhos não sei o que fazer.
Lembro-me bem do antes... do que passou diante minha vida e eu sempre falava ' Porra, quero crescer logo ' e sempre fazia uma lista de mil e uma coisas que eu gostaria de fazer quando fosse enfim, "grande". Então surgiu uma menina: que começou a ler livros com 09 anos de idade sem gostar nem um pouco de leitura... que com certeza preferiria estar na rua como os outros brincando junto com seus pais e irmãos.
Mas não, ela não tinha irmãos. Então começou a dedicar-se de certa forma aos livros e assim, suprir um vácuo existente em si. Escolheu ser diferente, por que nela existia uma vontade enorme de fazer o que os adultos faziam. Na escola, era uma menininha descolada de 10/11 anos que queria aparecer acima de tudo... que queria mostrar aos outros o que era e o que não era também, mas que no fundo não sabia de nada e nem tinha idéia do quão vasto seria a vida, a sua vida. A menina acabou fazendo tudo errado desde o início. Brincou de crescer e a brincadeira virou rotina. Ela fez 12, 13, 14 anos, com os mesmos amigos, no mesmo ciclo vicioso que tudo havia se tornado. Ela então comprou diários, que sempre eram trancados as setes chaves porque neles haviam os nomes dos seus amantes.Depois trocou os diários por uma escola nova. Onde não conhecia ninguém, onde não tinha fama com os amigos... pior, não tinha amigos. Os de outrora estavam em preto e branco na sua cabeça. Entrou enfim, numa paz. Numa paz que ela não conhecia... num mundo do qual ela era espectadora cega. Os anos passaram-se e tudo foi mudando. Ela foi sendo moldada, talvez remoldada. Mudou sem ver.... mas depois de 4 anos ela não era mais uma espectadora cega naquele meio. Ela era, junto com tantos outros, a protagonista. Conheceu amigos que ficarão para a vida toda dentro do coração. [...]

Hoje, eu estou aqui. Já não sei como mudei tanto. Como minhas ações mudaram, como os sentimentos se tornaram uma clareza total, como o coração parou de ser frio e punk. O__O'
A certeza é que esse lugar que eu vou deixar esse ano vai ser sempre a minha paz e a minha melhor mudança. Foi a melhor coisa que me concederam.
Depois não sei mais o que irei fazer. Talvez faça faculdade, talvez não; Talvez tenha um restaurante, talvez não; Talvez tenha um filho, um marido, uma casa e um cachorro fazendo xixi no jardim, talvez não; Talvez vá embora pra outra cidade por uma loucura, talvez não...
Não sei o dia de amanhã.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Menina

segunda-feira, 21 de julho de 2008
Por que toda essa tristeza meu bem? Não te abale... não fique assim. As coisas sempre se ajeitam, conforme o tempo passado, conforme a vida, conforme a vontade de Deus. Não te abale, não caia... fica de pé, fica ereta e segue em frente. Deixa o chão, olha o céu... olha a frente, as estrelas. Esquece o que ficar, atenta-te ao que vem, aos teus planos... Esquece tudo, esquece todos.
Não pára tua vida por ninguém, no fim, quando você estiver mais velha, vai ver que não valeu a pena se esconder embaixo da saia dos outros. Saia na rua, grite, corra, fuja. Faça tudo o que tiver de fazer... sem pensar tanto. Corra atrás. Não tente medir o que vale mais a pena fazer, apenas faça.

Amores Imperfeitos ♪


Não precisa me lembrar
Não vou fugir de nada
Sinto muito se não fui feito o sonho seu
Mas sempre fica alguma coisa
Alguma roupa pra buscar
Eu posso afastar a mesa
Quando você precisar
Sei que amores imperfeitos
São as flores da estação
Eu não quero ver você
Passar a noite em claro
Sinto muito se não fui seu mais raro amor
E quando o dia terminar
E quando o sol se inclinar
Eu posso por uma toalha
E te servir o jantar
Sei que amores imperfeitos
São as flores da estação
Mentira se eu disser Que não penso mais em você
E quantas páginas o amor já mereceu
Os filósofos não dizem nada
Que eu não possa dizer
Quantos versos sobre nós eu já guardei
Deixa a luz daquela sala acesa
E me peça pra voltar
Não precisa me lembrar
Não vou fugir de nada
Sinto muito se não fui feito o sonho seu
Sei que amores imperfeitos São as flores da estação
Mentira se eu disser Que não penso mais em você
E quantas páginas o amor já mereceu
Os filósofos não dizem nada
Que eu não possa dizer
Quantos versos sobre nós eu já guardei
Deixa a luz daquela sala acesa
E me peça pra voltar
Sei que amores imperfeitos
São as flores da estação(2x)



Vídeo:

(Des)saudadizar

Era pra existir isso aqui no coração... do jeito que a gente se apega, enlouquece, morre, por causa de saudade, deveria existir um botãozinho para acabar com toda essa saudade e essa loucura que é sentir isso... Saudade nos torna patéticos, tão quanto o amor. Duas coisas que sofro: Saudade e ciúme. É loucura, virou loucura.

Ciúme Patológico:
Em questões de ciúme, a linha divisória entre imaginação, fantasia, crença e certeza freqüentemente se torna vaga e imprecisa. No ciúme as dúvidas podem se transformar em idéias supervalorizadas ou francamente delirantes. Depois das idéias de ciúme, a pessoa é compelida à verificação compulsória de suas dúvidas. O(a) ciumento(a) verifica se a pessoa está onde e com quem disse que estaria, abre correspondências, ouve telefonemas, examina bolsos, bolsas, carteiras, recibos, roupas íntimas, segue o companheiro(a), contrata detetives particulares, etc. Toda essa tentativa de aliviar sentimentos, além de reconhecidamente ridícula até pelo próprio ciumento, não ameniza o mal estar da dúvida.

Saudade:
Saudade um sentimento que traz consigo uma dor imensa a qual somente quem ama realmente sabe o que significa, um sentimento próprio de cada pessoa, que embora tenha o mesmo significado cada um encara de uma meneira, podemos sentir saudades de quem esta perto e ai mesmo tempo longe, podemos sentir saudade de quem ja se foi mas uma coisa que é realmente certa é a questao de que a saudade é o sentimento que logo apos o amor, todos tentam traduzir.



... Um sentimento que todos tentam traduzir.

Memórias é algo que se sente (...)

É, memórias é algo que só se sente... Palavras não descrevem tal sentimento;
Pensar demais também faz mal... a gente acaba esquecendo de fazer, de tanto pensar. Ou então acaba se deixando levar pela " incoragem " de fazer algo desejado.
1 ano já se passou mas eu não consigo parar de pensar nele.. porquê? Já acabou tudo, inclusive a amizade... mas eu não consigo entender porque não o esqueço.
Completou também um ano de amizade com Wesley e com a conferência. Uma boa amizade que sempre será cultivada! Está quase começando o mês de agosto, e com isso eu só terei mais três meses de aula e depois, acabou! Irei cair do topo e voltar ao início.
Eu ando me estranhando muito por esses tempos por assuntos absurdamente bestas. Por assuntos com o qual eu não deveria esquentar, só gostar e gostar e gostar... Mas as coisas estão ficando mais complicadas com o passar dos tempos e dos meses e dos dias. Tudo está me sufocando e eu não entendo quase nada do que se passa.... não entendo porque de fato eu não queria entende-los.
Viver não é fácil, conseguir metas também não.

Eu paro, penso, suspiro, respiro e calo. Nada acontece, nada se revela.
Mas o que de fato eu estou esperando se revelar? Ou quem eu estou esperando se revelar?
Eu só quero sair dessa, mais nada.


Só tendo que pensar mesmo ...

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Ser, sentir...

sexta-feira, 30 de maio de 2008
É, talvez eu pense que escrevendo com as letras trocadas vá diminuir o impacto que isso causa. Mas não, não muda nada. As coisas estão afastando-se, derretendo, acabando. E eu estou ficando no casulo. As coisas não podem continuar! A juventude está passando! [...]
Hoje, em uma tarde li um livro do Augusto Cury. Sempre tinha muito em mente que só os depressivos ou aqueles que precisavam de ajuda que o liam. E hoje, surpreendentemente eu li um livro dele... e o li em uma única tarde, ânsia foi grande para deixar pro outro dia. Vi muitas coisas que "batiam" com minhas coisas interiores. Fiquei feliz por saber que certas coisas tem SIM solução. Que não há vitória sem batalha... só sente o sabor do pódio, quem merece, quem luta.
Daí levantaram-me questões: Vou ter que passar por um "sofrimento", um "batismo pra vida"?. E eu não sei se vou estar preparada para isso sabe.
São coisas do tempo. Eu tenho medo da vida, não quero mais viver. :O
Isso me deixa angustiada! Se alguém tivesse uma bola de cristal... já estaria por lá.
Contudo, estou aqui... a cada música que escuto é como se fosse uma nova vida na minha cabeça. Umas, as mais tristes, me levam à um lugar estranho. Noutras, eu me sinto livre, liberta. Já em tantas outras eu sinto alegria. Talvez essa seja minha personalidade enfim... tudo isso. Toda essa coisa do pensar em certas horas, no agir nas horas mais erradas, de gritar, pular e ao mesmo tempo chorar, gritar, morder, arrancar cabelo, matar, furar, sangrar... Sou cruel, ao mesmo que doce. Leve como uma pluma... em vezes, sinto-me como uma âncora no fundo do mar. Pesada, com fardos a carregar.
Acontecem fatos só para entendimento divino... entender o sem motivo, alcançar o inatingível.
Tudo aqui é tão bem feito... e tudo tem sua plena atividade e importância. [Menos as baratas e os sapos, deveriam ser banidos!]. Mas tudo, exerce sua atividade nesse mundo. Às vezes pensamos: Poxa, porque eu falo tanto com Deus e ele não me escuta?Eu fiz algo de errado pra isso acontecer? .
Bem, Deus escuta sim... mas estamos fazendo por onde sermos ouvidos? Fazemos por onde adquirir tanta importância assim com Deus? eu já falei muito com Deus, quase nunca obtive respostas para as minhas indagações. Sempre pedimos mais a Deus do que agradecemos, isso é fato. E toda vez que eu tento abrir a boca para pedir algo, me vem à cabeça: Estou agradecendo? Pois é, ultimamente só tenho criticado... Indagado o porque das coisas acontecem sempre assim.. Serão esses meus fardos?
É o momento inadequado? Ou são provações e testes?
Encerro essa sessão de hoje com os pensamentos nele à flor da pele.



"Os problemas nunca vão desaparecer, mesmo na mais bela existência. Problemas existem para serem resolvidos, e não para perturbar-nos."

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?"

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Dans Ma Chair - KYO ♪

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Si je m'inspire de vous, des nuits
Aubes de mes dérives lucides
Du jour où les rues transpirent
Du vide autour des villes
Du moindre de mes désirs
Si je transporte vos rêves, vos peines
Vos haines et la mienne
La même qui règne à l'orée du ciel
Mon fleuve, ma sphère, nos chaînes
Rougeoyant dans ma chair
C'est par amour pour elle
Les corps se frôlent
La rage enrôle au cœur de l'atome
Nos vieux fantômes, I want to go home
L'espoir nous ronge, faites place au virus autonome
Si je pardonne, je m'offre encore
Je tremble et raisonne
Je reste, je cherche
Si j'oublie je donne
Ma vie mon ombre en somme
Jamais ne m'abandonne
C'est par amour pour toi
C'est par amour pour elle
C'est par amour pour moi
Celui qui donne des ailes
Qui ne laisse pas le choix
Et qui en nous sommeille
Et qui en nous est roi
C'est par amour pour elle
C'est par amour pour toi
Intermède
C'est par amour pour toi
C'est par amour pour elle
C'est par amour pour moi
Celui qui donne des ailes
Qui ne laisse pas le choix
Et qui en nous sommeille
Et qui en nous est roi
C'est par amour pour elle
C'est par amour pour toi
Allez, allez, rentrons chez nous
Avant, avant qu'on nous torde le cou



Vídeo:

domingo, 25 de maio de 2008

Arnaldo Antunes - Poder. ♪

domingo, 25 de maio de 2008

Pode ser loucura, pode ser razão
Pode ser Sim Pode ser não
Pode ser Maria, Pode ser João
Pode ser Carro, Pode ser avião
Pode ser Saúde, Pode ser educação.
Pode ser Porta, Pode ser portão.
Pode ser Amor, Pode ser prisão.
Pode ser Drama Pode ser pastelão
Pode ser Laranja Pode ser limão
Pode ser Bíblia Pode ser alcorão
Pode ser Inverno Pode ser verão
Pode ser Pe Pode ser mão
Pode ser Nevoeiro Pode ser poluição
Pode ser Samba Pode ser baião
Pode ser São Jorge, Pode ser dragão.
Pode ser Circo Pode ser pão
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Eu só não sei, pq eu e você não pode não.
Pode ser Purê Pode ser pirão
Pode ser Rei Pode ser pião
Pode ser Chapeuzinho Pode ser Lobão
Pode ser Raio Pode ser trovão
Pode ser Sujeira Pode ser sabão
Pode ser Seda Pode ser algodão
Pode ser bermuda Pode ser calção
Pode ser Beijo Pode ser chupão
Pode ser Reforma Pode ser revolução
Pode ser Creme Pode ser loção
Pode ser Conselho Pode ser lição
Pode ser Gato Pode ser cão
Pode ser Fila Pode ser procissão
Pode ser Eva Pode ser adão
Pode ser Madeira Pode ser carvão
Pode ser Antes Pode ser então
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Eu só não sei, pq eu e você não pode não.
Pode ser Guitarra Pode ser violão
Pode ser Brocha Pode ser garanhão
Pode ser Trepada Pode ser masturbação
Pode ser Cama Pode ser chão
Pode ser Visita Pode ser invasão
Pode ser Regra Pode ser exceção
Pode ser Tristeza Pode ser preocupação
Pode ser Marte Pode ser plutão
Pode ser Xadrez Pode ser gamão.
Pode ser Serio Pode ser gozação
Pode ser Solteiro Pode ser sultão
Pode ser Papo Pode ser discussão
Pode ser Progresso Pode ser recessão
Pode ser Bolsa Pode ser pregão
Pode ser Favela Pode ser mansão
Pode ser Fim, Pode ser introdução.
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Pode ser cinema Pode ser televisão
Pode ser cara Pode ser coração
Pode ser mentira Pode ser plantão
Pode ser hobby Pode ser profissão
Pode ser pais Pode ser nação
Pode ser santos Pode ser Cubatão
Pode ser palpite Pode ser dedução
Pode ser copia Pode ser invenção
Pode ser cacaço Pode ser precaução
Pode ser frango Pode ser faisão
Pode ser arroz Pode ser feijão
Pode ser juros Pode ser inflação
Pode ser incompetência Pode ser distração
Pode ser águia Pode ser gavião
Pode ser mocinho Pode ser vilão
Pode ser um Pode ser um milhão
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Eu só não sei, pq eu e você não pode não.
Pode ser Problema Pode ser solução
Pode ser Pobre Pode ser barão
Pode ser Biriba Pode ser balão
Pode ser Bela Pode ser canhão
Pode ser Anágua Pode ser combinação
Pode ser Bagre Pode ser salmão
Pode ser Geladeira Pode ser fogão
Pode ser Pai Pode ser patrão
Pode ser Acaso Pode ser intenção
Pode ser Bico Pode ser injeção
Pode ser Hotel Pode ser pensão
Pode ser Arte Pode ser borrão
Pode ser Doente Pode ser são
Pode ser Áries Pode ser escorpião
Pode ser Inteiro Pode ser fração
Pode ser Tudo Pode ser tão
Só não sei, pq eu e você não pode não.
Eu só não sei, pq eu e você não pode não.


Vídeo:

Reflexões.

"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se,e que companhia nem sempre significa segurança. E começa aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com graça de um adulto e não a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão."
"Depois de algum tempo, você aprende que o sol queima, se ficar a ele exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que, não importam quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando, e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos, se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos."
"Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm muita influência sobre nós, mas que nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que você pode ser. Descobre que leva muito tempo para se chegar aonde está indo, mas que, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados."
"Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute, quando você cai, é uma das poucas pessoas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais a ver com tipos de experiências que se teve e o que se aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes, e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva, tem direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama mais do jeito que você quer não significa que esse alguém não o ame com todas as forças, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, e que algumas vezes, você tem que aprender a perdoar a si mesmo."
"E que, com a mesma severidade com que julga, será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára, para que você junte seus cacos. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende realmente que pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir mais longe,depois de pensar que não pode mais. E que realmente a vida tem valor diante da vida !!!"