sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O tempo passa, my friend.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009
Quanto mais o tempo passa, mais percebo que a nossa vida é muito mais cheia de coisas passageiras do que duradouras: fases, amores, atitudes, objetos, pensamentos, momentos. Tudo passa! Horas passam, dias passam, paixões passam, vontades passam.
Mas como toda regra tem exceção, algo tinha que subsistir. E esse algo somos nós, claro!
Não importa o quanto você perdeu, o que você perdeu ou quem você perdeu.
Quem permanece aqui é
você: insubstituível, vivo, sem permissão para ficar cansado.
O que passou, realmente passou. As perdas não voltam e pra que perder mais uma coisa - que é o tempo - se lamentando por algo sem sentido
?É desperdício de vida e desvalorização própria.

Logo, não tem sentido dar mais valor ao passado do que ao presente.



|Andressa Schrank

1 sonhos fofocados:

cata bortman disse...

tem coisas que ficam na nossa memoria, quer queremos quer nao... e nao adianta fugir, porque ela sempre vai nos perceber, a maldita, a ridicula daquela memoria..

beijo

Postar um comentário