sábado, 8 de maio de 2010

Acuso!

sábado, 8 de maio de 2010
Acuso!
Acuso esta cidade de descrença.
É uma cidade que pensa que pensa, mas não fantasia. Raciocina mas não cria.
Acuso esta cidade de desistência.
Acuso esta cidade de não mais acreditar que a inocência pode ainda nos guiar.
Acuso esta cidade de ter se entregado ao cinismo, ter brutalizado a ciência e esquecido a poesia.
Ó graduados senhores, não fechem a porta ao sonho humano. Uma cidade que não sonha é uma cidade morta.


| Hoje é dia de Maria, fragmento.

2 sonhos fofocados:

Lys Fernanda disse...

Uma cidade que nao sonha é uma cidade morta,
Belas palavras, adorei querida... Beijos ♥

Cata Bortman :D disse...

Cidade morta, habitada de zumbis,
será que um dia poderemos voltar a viver ao invés de apenas existir,
caluniadores sao aqueles que dizem nao precisar de humanização,
afinal como se pode viver,
sem seguir o seu curso natural ?

Postar um comentário